domingo, abril 23, 2006

Hate mail, finalmente! (ou quase...)

Já se fazia tarde, mas finalmente alguém disse mal deste podcast! O link é este, mas passo a citar a parte que me diz respeito:

Blitzkrieg Bop: penso que só anda na boca do povo por ter sido um dos primeiros "podcasts" tugas, porque é desinteressante como tudo e longo como o caraças. "Podcasts" egocêntricos não, muito obrigado.
Permitam só que que pergunte se entre 30 a 60 minutos é um podcast muito grande? E até várias vezes tem menos de 30 minutos. Tirando isso, e sobre ser desinteressante, epá, sim é verdade, eu sou chato... Por isso prefiro ter convidados nos programas, mas infelizmente nem sempre é possivel. Mais, "egocêntrico"? Mas, mas... eu falo muito sobre mim durante os programas? Realmente nunca me dei conta, mas vou ter mais atenção.

Só tenho pena que não tenham feito a crítica aquí, que seria o local mais indicado, e que não tenham sugerido melhorias para as evitar.

Espero não demorar muito tempo a fazer o próximo podcast egocêntricamente longo.

9 comentários:

kinky disse...

Ao menos foste ao concerto de Sigur Rós. Valha-nos isso! :)
Como eu disse, eu não considero este "podcast" minimamente interessante, mas há quem goste. É a essas pessoas que devias dar importância, e não a mim. Agora vai lá gravar a próxima fornada "egocêntrica"... ;)

Tiago disse...

o link para o hate mail não funciona, pá!

Tiago disse...

E não foi dos primeiros podcasts, foi o PRIMEIRO!

De resto, nem todas as mulheres acham o Brad Pitt ou o George Clooney um homem bonito, não é?

vmlf disse...

Força Duarte, não te deixes ir abaixo... Não se pode agradar a todos e qualquer podcast com conversa pelo meio acaba por ser um bocado egocêntrico - não só por falarmos de nós mas do que nos rodeia -, o que não quer dizer que seja mau. São gostos e não me esqueço que o teu podcast foi o que me fez sequer pensar que era possivel fazer podcasts caseiros em Portugal.

Quanto ao Brad Pitt e ao George Clooney, deixo isso para elas :)
Por mim, sempre posso adiantar que não acho a Ana Lourenço um espanto :P

zedascouves disse...

Obrigado a todos pelos comentários.

Kinky, dou atenção a todos os comentários a este podcast, sejam de pessoas que gostam ou de pessoas que não gostam. A importância que te dei foi só na tentativa de perceber o que não gostavas, de maneira a melhorar o programa. Infelizmente não conseguiste responder-me.

[]'s

NS disse...

Do que me apercebo ao ouvir os podcasts e já ouvi aí uns quarenta ;) o que mais se pode assemelhar a egocêntrico é o facto de por vezes atribuires "classificação às músicas", mas isso é para mim uma das coisas boas do podcast.

Haveria a possibilidade de fazer uma análise mais técnica e factual das músicas, não expressando opinião, como na generalidade das radios, mas isso, na minha opinião pessoal tornaria os programas menos interessantes.

Phil disse...

Acho alguma piada ao facto, da pessoa que se identifica como kinky, ter vindo aos comentários, e continuar a não responder ao desafio...isto é, dar ideias ou sugestões para melhorar o BB. Mas, começa a ser generalizado esta "Hating Attitude". Não gostam, mas voltam sempre...

atrasado disse...

Duarte tu estás lá!

Receber um hate-mail é uma prova de sucesso.

Para alguém te odiar, é necessário que esse alguém veja que existe quem te aplauda.

E porque acima de tudo até dá protagonismo dizer mal de alguma coisa... Afinal - e esta agora tem graça - como é que se chega a político de topo em Portugal?

Por isso Duarte... epá continua. E não ligues aos políticos frustrados.

Vanda Ferreira disse...

Do que EU tenho lido sobre podcasts – e ultimamente tem sido tanto que nem vos passa pela cabeça! – eles representam, por definição, um media personalizado, com o potencial de construir opinião e interacções. Ora, aí é que está a sua piada, as vantagens, a razão pela qual me inscrevi para receber as actualizações e volto cá sempre que há novidades.

Além disso, há também a escolha musical e a dos convidados. Além do programa do Carlos Vaz Marques [Pessoal e Transmissível, TSF, 2.ª a 6.ª, às 19h e à 01h (repetição)
http://www.tsf.sapo.pt/online/radio/index.asp], lembram-se de algum à altura?? (tenho que arranjar um pseudónimo para postar estas coisas, mas um bonito…)

Do we get the same radio station, Kinky?